Tornar-se Associado
Encontre um osteopata
perto de si
 
OK

Uma associação ao serviço dos osteopatas

Somos uma Associação, que sempre defendeu a osteopatia de forma independente. A AROP esteve sempre empenhada em defender uma osteopatia de excelência.

 

Rui Coelho, Eur Ost DO - Presidente da Direção

ruicoelho@arop.pt

Vasco Andrade, Eur Ost DO - Secretário da Direção

vascoandrade@arop.pt

António Costa, Eur Ost DO - Tesoureiro

antoniocosta@arop.pt

Angelo Lucas, Eur Ost DO - Presidente da Mesa da Assembleia 

Josélia Monteiro, Eur Ost DO - Secretário da Mesa da Assembleia 

Fátima Silva, Eur Ost DO - Secretário da Mesa da Assembleia 

José Cigarro, Eur Ost DO - Presidente do Conselho Fiscal

Natércia Rainha, Eur Ost DO - 2º membro do Conselho Fiscal 

João Latino, Eur Ost DO - 3º membro do Conselho Fiscal

TÍTULO
EUR OST DO

The European Federation of Osteopaths (EFO) is made up of representatives from leading professional osteopathic
SABER MAIS

O que é a Osteopatia?

A Osteopatia é uma abordagem que se distingue dos outros cuidados de saúde, baseando-se num sistema estabelecido de diagnóstico e tratamentos clínicos.

O médico americano Andrew Still identificou a inter-relação entre o sistema músculo-esquelético e o resto do corpo. Still defendia que o bom equilíbrio das estruturas ósseas (osteo significa osso, em grego) é crucial para evitar o aparecimento de disfunções e de doenças (pathos significa doença).

 

A osteopatia é, assim, uma ciência terapêutica baseada na biomecânica do organismo e assenta no princípio de que o corpo funciona como uma unidade composta de diferentes partes móveis, tais como: músculos, articulações, órgãos, vísceras, circulação sanguínea e linfática, respiração, etc.

 

Qualquer disfunção numa destas unidades vai afectar o equilíbrio de todo o conjunto e alterar o bem-estar global do indivíduo.

 

O vasto leque de técnicas manuais de diagnóstico e terapêutica utilizadas em Osteopatia permitem restaurar o equilíbrio do corpo, reflectindo-se a nível estrutural, funcional e global, e podem ser utilizadas desde o recém-nascido ao idoso.

 

Em Portugal a Osteopatia foi legalmente reconhecida como Terapêutica Não convencional, pela Lei nº 45/2003, de 22 de Agosto. Em 2013 foi publicada a Lei n.º 71/2013 de 2 de setembro, que vem “regulamentar a Lei n.º 45/2003, relativamente ao exercício profissional das atividades de aplicação de terapêuticas não convencionais”.

Posteriormente foram publicadas as seguintes Portarias:

- Portaria n.º 181/2014 de 12 de setembro, que “vem regular o acesso à cédula profissional dos terapeutas que, à data da entrada em vigor da referida lei, se encontram a exercer atividade em alguma das áreas de TNC”;

- Portaria n.º 182/2014 de 12 de setembro, que define que “aos locais de prestação de TNC aplica-se, com as devidas adaptações, o regime jurídico a que estão sujeitos a abertura, a modificação e o funcionamento das unidades privadas de serviços de saúde”;

- Portaria n.º 182-A/2014 de 12 de setembro, que “prevê que pela emissão da cédula profissional é devido o pagamento de uma taxa de montante a fixar por portaria…”

- Portaria n.º 200/2014 de 3 de outubro, que “obriga os profissionais das TNC a disporem de um seguro de responsabilidade civil no âmbito da sua atividade profissional, o mesmo deve obedecer às condições mínimas ora elencadas…”

- Portaria n.º 207-B/2014 de 8 de outubro, “visa fixar a caracterização e o conteúdo funcional da profissão de osteopata”;

- Portaria n.º 172-E/2015 de 5 de junho, que “regula os requisitos gerais que devem ser satisfeitos pelo ciclo de estudos conducente ao grau de licenciado em Osteopatia”.

 

 

SABER MAIS

O que é um osteopata?

Os Osteopatas usam uma vasta variedade de técnicas de tratamento: técnicas diretas, indiretas (articulares de Sutherland e fasciais), miotensivas, pontos gatilho (ou de Jones), reflexas, etc.

Abordam todo o corpo humano nas diversas esferas: estrutural, visceral e craniana.

 

Um tratamento manipulativo em qualquer das suas vertentes, seja ela estrutural, visceral, craniano, etc., é ministrado com o objectivo de restaurar a homeostasia estrutural com subsequentes efeitos benéficos tanto para as suas próprias estruturas como para os variados mecanismos fisiopatológicos envolvidos.

São utilizadas técnicas suaves de libertação fascial em especial quando se tratam pacientes muito jovens ou muito idosos. 

Encontre um osteopata
perto de si
 
OK

Destaques

I Forum Internacional de Osteopatia
09 Novembro, 2018

Dia 9 e 10 de Novembro 2018
Porto - ESS-Porto

QUER SER OSTEOPATA?
04 Julho, 2018

Existem 8 escolas com licenciaturas acreditadas.

Não se deixe enganar com cursos não reconhecidos!

 

Ordinary General Assembly of the EFO 2018
09 Março, 2018

A AROP participou na Ordinary General Assembly of the EFO 2018, que decorreu em Atenas nos dias 9 e 10 de Março de 2018